Acerca de mim

A minha foto
A SETA - Sociedade Portuguesa para o Desenvolvimento da Educação e do Turismo Ambientais é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA) com o estatuto de Associação fundada em 24 de Fevereiro de 2005, inscrita no IA. Vai servir este blog para partilharmos os nossos "Feitos" enquanto "Setistas" umas vezes "se/atisfeitos", outras nem tanto...

07 março, 2009

Capitais Europeias III – BERLIM



Berlim é a capital do centro da Europa.

Durante tempos ela serviu até de fundamento a aspirações hegemónicas.

Na realidade Berlim é uma cidade carregada pela história. O seu passado ainda não a deixou acalmar-se.

Primeiro capital da Prússia, depois do Império Alemão e da República de Weimar, depois do III Reich, e finalmente capital dividida por um muro de vergonha, Berlim já merece a paz.

Berlim é uma cidade-estado, mas para os seus habitantes é uma encruzilhada de percursos.


A nossa visita a Berlim justifica-se pela sua história, pelo seu património, mas também pelo amanhã que pode ver-se hoje já em Berlim.

Evidentemente que todos esperam o Reichstag, a Catedral, a Porta de Brandenburgo, a Nova Sinagoga, a Universidade de Humboldt, todos pretendem estar no Checkpoint Charlie e ver o que sobrou do Muro de Berlim. Mas isso não chega.

A capital da Alemanha quer renovar, quer inovar, quer colocar-se na frente.

Provavelmente a ilha dos Museus já estará totalmente renovada.

Visitaremos o moderníssimo Museu do Judaísmo, o Charlottenburg Schloss, o renovado Reichstag, a Daimler City e a Potsdamer Platz…Enfim, uma lufada de ar fresco...

Encontro: Aeroporto de Lisboa - dia 2 de Abril

Final: Aeroporto de Lisboa - dia 7 de Abril

Tipo de Percurso: 6 dias completos a pé, de metro, de autocarro em Berlin e arredores chegando e vindo de avião
Dificuldade: como percurso urbano que é torna-se um pouco fatigante pelo que andaremos a pé. Mas, quando cansados, podemos sempre regressar ao Hotel

Preço: aproximadamente 1000 €uros - só para Sócios. Os que não forem terão que se inscrever (+ 10€ de jóia e 25 € de quota anual)

2 comentários:

FLA disse...

Se todos tivessem direito a participar neste Gran Tour por etapas que temos vindo a desenhar, provavelmente veríamos este nosso Portugal a crescer culturalmente, a viver uma democracia mais participada, com menos problemas ambientais e certamente com políticos que pudéssemos escolher com muito mais qualidade.
Será que todos os nossos problemas se resolveriam com o aumento da cultura de um povo ?
Pelo menos julgo que ajudaria um pouquinho...

Gaivota sorridente disse...

Cada vez que me informo sobre Berlim descubro algo novo que muito me atrai. Vai ser certamente um banho de cultura e os passeios a pé serão vem vindos para aquecer numa altura em que o frio promete ainda vir incomodar.